Jornalista do NYT tem seu próprio fiscal de mídias sociais p/ evitar postagens intempestivas

A repórter Jodi Rudoren, correspondente do New York Times em Jerusalém, ganhou seu próprio ‘fiscal de mídias sociais’ – a medida tem como intuito filtrar melhor as postagens da jornalista, que por vezes fez consideraçoes que causaram furor nas redes por conta de seu caráter inoportuno, ou pela má escolha de palavras para relatar a delicada situaçao local. A decisao da publicaçao de alocar 1 profissional para avaliar as postagens de Jodi foi tomada após algumas gafes da repórter, que admitiu ter feito ‘más escolhas’ para se referir aos palestinos. Em entrevista ao Washington Post, Jodi esclareceu nao se sentir intimidada ou controlada por conta do seu próprio ‘fiscal das mídias’ – “Nesse caso, é melhor ser cuidadoso demais”, esclarece ela. Com informaçoes do WallBlog.